IMPACTO DA COVID-19 NOS CANAIS DE COMERCIALIZAÇÃO E MERCADOS DAS AGROINDÚSTRIAS FAMILIARES DA SERRA GAÚCHA

Autores

  • Alexander Cenci Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do RS
  • Sergio Schneider Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Agricultura Familiar, Produtos coloniais, Mercados

Resumo

A pandemia decorrente da Covid-19 provocou diversos rearranjos nos contextos agroalimentares por todo o planeta, desencadeando efeitos sobre o agronegócio e a alimentação, incluindo os sistemas de agricultura familiar, contexto no qual estão inseridas as agroindústrias familiares da Serra Gaúcha. Nesse sentido, o presente trabalho visa expandir o campo de estudos sobre canais de comercialização e mercados das agroindústrias familiares, analisando o impacto da Covid-19 sobre esses empreendimentos. A escolha da Serra Gaúcha como recorte geográfico do presente estudo deve-se ao fato dessa região concentrar a maior quantidade de agroindústrias familiares participantes do Programa Estadual de Agroindústrias Familiares (PEAF). A pesquisa possui como referencial teórico as tipologias de mercados da agricultura familiar (mercados de proximidade, mercados territoriais, mercados convencionais e mercados públicos/institucionais), bem como o grau de diversificação dos canais de comercialização (exclusivos, diversificados e super diversificados). O estudo foi realizado através de uma pesquisa do tipo survey, com 45 agroindústrias familiares localizadas entre os 32 municípios da Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (AMENSE). Os resultados demonstram que, com a ocorrência da pandemia da Covid-19, observa-se certa estabilidade no circuito geográfico de comercialização dos produtos das agroindústrias familiares e alterações relacionadas ao principal canal de comercialização utilizado pelos estabelecimentos, incluindo a diminuição das vendas para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e em feiras municipais. Observam-se, ainda, oscilações na rentabilidade dos empreendimentos, com tendência a pequenos aumentos em estabelecimentos de menor grau de diversificação e diminuição mais significativa em estabelecimentos de canais de comercialização mais diversificados.

Downloads

Publicado

2023-02-24

Como Citar

CENCI, A.; SCHNEIDER, S. IMPACTO DA COVID-19 NOS CANAIS DE COMERCIALIZAÇÃO E MERCADOS DAS AGROINDÚSTRIAS FAMILIARES DA SERRA GAÚCHA. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 25, p. e1961, 2023. Disponível em: https://www.revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/1961. Acesso em: 29 fev. 2024.

Edição

Seção

Agricultura familiar, políticas públicas e desenvolvimento