AGRICULTURA FAMILIAR, BIODIESEL E COMPETITIVIDADE: O CASO DO NÚCLEO DE PRODUÇÃO DE OLEAGINOSAS DE SERRA DO RAMALHO (BA)

Autores

Palavras-chave:

Cooperativismo, Produção de Mamona, Cadeia Produtiva

Resumo

Entre os principais objetivos do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) está a redução das desigualdades regionais com a inclusão de agricultores familiares na cadeia produtiva do biodiesel. Com isso, uma nova oportunidade despontou para os agricultores familiares de todo o país, especialmente nas regiões semiáridas do Norte e Nordeste. O presente trabalho teve como objetivo compreender os fatores que influenciam na competitividade da produção de mamona destinada ao programa de biodiesel pelos agricultores familiares do município de Serra do Ramalho, no estado da Bahia. Para tanto, foi realizado um estudo de caso descritivo com abordagem qualitativa, onde foram realizadas entrevistas semiestruturadas e aplicados questionários estruturados com os principais atores envolvidos na organização do Núcleo de Produção (NP – SR). No resultado obtido, constatou-se que fatores ligados à má gestão das propriedades rurais; baixa organização produtiva dos agricultores familiares; quebras dos contratos de compra e venda firmados; baixo nível tecnológico utilizado na produção da oleaginosa e; a logística deficiente de transporte e armazenamento contribuem significativamente para a baixa produção da mamona pelos agricultores familiares do NP-SR, reduzindo a sua competitividade. Para mudar este quadro, faz-se necessário uma redefinição dos papeis dos atores envolvidos, estimular boas práticas de gestão entre os agricultores familiares, investir na melhoria do nível tecnológico e da assistência técnica prestada e aumentar a fiscalização por parte dos agentes públicos.

Downloads

Publicado

2022-02-23

Como Citar

FERNANDES, F. M.; SILVA, M. S.; MARTINS, L. O. S.; FREIRES, F. G. M. AGRICULTURA FAMILIAR, BIODIESEL E COMPETITIVIDADE: O CASO DO NÚCLEO DE PRODUÇÃO DE OLEAGINOSAS DE SERRA DO RAMALHO (BA). Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 23, p. e1752, 2022. Disponível em: http://www.revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/1752. Acesso em: 7 ago. 2022.

Edição

Seção

Agricultura familiar, políticas públicas e desenvolvimento