MERCADO DE CARNES BRASIL-RÚSSIA: UMA ANÁLISE A PARTTIR DA PERSPECTIVA DA NOVA ECONOMIA INSTITUCIONAL

Autores

  • Karim Marini Thomé Professor da Universidade de Brasília
  • Ricardo Pereira Reis Universidade Federal de Lavras
  • Felipe Dias Paiva Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais

Palavras-chave:

Comércio internacional, ambiente institucional, mercado russo, carne

Resumo

As exportações brasileiras de carne vêm sofrendo mudanças nos últimos anos. O tema de novos parceiros comerciais se torna recorrente à medida que o Brasil se fixa como principal fornecedor de carnes. Objetivou-se,neste artigo,descrever as características do ambiente institucional que envolve o comércio de carne brasileira com o seu principal importador, a Rússia. Na pesquisa, utilizaram-se a Nova Economia Institucional para discutir os dados levantados por meio de pesquisa bibliográfica e entrevistas semiestruturadas, caracterizando assim, um estudo qualitativo-descritivo. Os resultados confirmam que mudanças no ambiente institucional no mercado russo possibilitaram um incremento das exportações brasileiras, sobretudo de carne bovina. O mercado russo apresenta enorme vigor de volume, bem como traços de instabilidade no ambiente institucional, relacionado, principalmente, às cotas e suas taxações. Isso gera a necessidade de que as autoridades públicas e as associações de interesse privado dos dois países desenvolvam as bases para um ambiente de negócios mais estável.

Downloads

Publicado

2013-08-13

Como Citar

THOMÉ, K. M.; REIS, R. P.; PAIVA, F. D. MERCADO DE CARNES BRASIL-RÚSSIA: UMA ANÁLISE A PARTTIR DA PERSPECTIVA DA NOVA ECONOMIA INSTITUCIONAL. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 15, n. 1, 2013. Disponível em: http://www.revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/648. Acesso em: 5 fev. 2023.

Edição

Seção

Artigos