PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO HOME OFFICE EM UMA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA COOPERATIVA

Autores

  • Felipe Pinto Rios Universidade Federal de Santa Maria
  • Jaime Peixoto Stecca Universidade Federal de Santa Maria
  • Márcia Helena dos Santos Bento Universidade Federal de Santa Maria
  • Angelita Freitas da Silva Universidade Federal de Santa Maria
  • Gabriel Murad Velloso Ferreira Universidade Federal de Santa Maria

Palavras-chave:

Trabalho remoto, Benefícios e desafios, Cooperativa de crédito

Resumo

O presente trabalho aborda um tema em constante evolução e que se consolidou de forma muito rápida devido à pandemia COVID-19, o home office. A pesquisa desenvolvida objetivou identificar a percepção dos colaboradores com a implementação do home office na Cooperativa Sicredi Região Centro RS/MG. Investigou-se o perfil e a percepção dos colaboradores, e os resultados foram confrontados com trabalhos de outros autores. O estudo contou com uma amostra composta por 111 respondentes, formada, em sua maioria, por pessoas do sexo feminino (58%). As três maiores vantagens elencadas pelos questionados foram: maior flexibilidade, evitar o deslocamento até o local de trabalho e o aumento de concentração. Por fim, a análise de dados também permitiu verificar que, na percepção dos respondentes, ocorre conflito entre vida profissional e pessoal, exigindo mais disciplina do trabalhador, devido às distrações em casa com questões da sua vida pessoal. Entre as contribuições da pesquisa, pode-se citar uma continuidade do estudo de Bridi et al. (2020) em outro contexto, além de uma análise fatorial exploratória para validar e identificar dimensões da escala utilizada.

Downloads

Publicado

2023-08-22

Como Citar

RIOS, F. P. .; STECCA, J. P. .; BENTO, M. H. dos S. .; DA SILVA, A. F.; FERREIRA, G. M. V. . PERCEPÇÃO DOS COLABORADORES SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO HOME OFFICE EM UMA INSTITUIÇÃO FINANCEIRA COOPERATIVA. Organizações Rurais & Agroindustriais, [S. l.], v. 25, p. e2015, 2023. Disponível em: https://www.revista.dae.ufla.br/index.php/ora/article/view/2015. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

Estudos organizacionais e associativismo